Filhos que nos entristecem

EM: 29 de janeiro de 2017

Filhos dão muita alegria. De vez em quando desobedecem, fazem uma birra, ficam de “burro amarrado”, mas logo voltam ao normal e os sorrisos voltam à face.

Mas se você pai ou você mãe não concorda com essa opinião e seus filhos estão desobedientes demais, fazem muitas birras e vivem de cara amarrada como se nada estivesse bom para eles, então algo está errado. E normalmente, pasmem, o erro é nosso.

Basta avaliar o dia-a-dia de seu filho. Ele tem tarefas domésticas e as cumpre? Ele tem momentos a sós com o pai ou com a mãe? Ele acompanha os pais nas compras de supermercado, nas visitas aos avós e vê como vocês tratam os mais velhos? Os símbolos de status social são devidamente explicados para ele, fazendo-o compreender que a solidariedade humana vale mais que dinheiro e que ser honesto é melhor que ser esperto?

Assim, se os princípios e valores são corretamente ensinados, dificilmente os filhos nos trazem tristezas. Entretanto se nós não os ajudamos a amar o trabalho, a serem verdadeiros e solidários, então eles de alguma forma se perdem pelo caminho.

Filhos que nos entristecem são filhos mal educados, mal ensinados, mal acompanhados e mal orientados. A boa notícia é que dá para mudar. Comece hoje!

 

Tags

Categorias


Viverno digital

Loading...