Liga pro pai

EM: 5 de março de 2017

Uma das maiores reclamações dos pais quando os filhos crescem, é a de que se sentem abandonados, que os filhos não telefonam, não os visitam. “Coitados, trabalham tanto…” dizem para justificar a frieza dos herdeiros. Alguns são somente isso mesmo, herdeiros.

Como ensiná-los a serem diferentes? Desde pequenos. O pai não dá bola para aniversário? Sem essa! Vai ter aniversário surpresa. Sempre. Organizado pela mãe como forma de ensinar os filhos sobre a importância que o pai tem na vida deles. No aniversário da mãe, vai ter festa sim. De vez em quando, a mãe pode dizer ao filho: liga pro seu pai e diz que você está com saudades. “Mas eu não tô!” talvez seja a resposta. É hora de insistir: “Tá bom, então diga pra ele brincar com você quando chegar depois do trabalho”.

Não pode haver negociação, tem que ligar e pronto.

Essa rotina de valorização dos detalhes, mais tarde será tão bem incorporada pelos filhos que ao se tornarem adultos continuarão telefonando, visitando e valorizando aniversários ou outras conquistas dos pais. E depois de um tempo, ensinarão seus próprios filhos a fazerem o mesmo.

Para começar, que tal mostrar a seus filhos que você liga para seus próprios pais? Eles vão adorar ver você falando com a vovó. Vínculos precisam ser ensinados sempre.

– Alô? Vovó? Péra, meu pai quer falar com você.

Tags

Categorias


Viverno digital

Loading...