Aprendizados novos

EM: 12 de março de 2017

Filho, cuide-se! Este ano não vai ser nada fácil na escola. Não quero ver você em recuperação, muito menos reprovado. Esse recado tem o objetivo de fazer seu filho levar mais a sério a escola, mas será que dá resultado? Creio que não, pois a base dessa mensagem é o medo. “Vou estudar para não reprovar.” É totalmente diferente de outro possível recado como este: “Filho, que legal que você já foi para o 6º ano (ou para o ano que seu filho realmente foi). Você vai aprender coisas muito legais, coisas novas. E isso vai fazer você ficar ainda mais inteligente!!” Perceba a diferença. No segundo recado a criança vai querer estudar por causa das coisas incríveis que irá aprender, o foco está no positivo, na aprendizagem, no ganho e não na perda.

 

A mesma coisa deverá ser com relação a todos os outros desafios que a infância ou a adolescência trazem. Nada de colocar medo, ameaçar, ou de acreditar que seu filho possa se esforçar mais porque algo ruim vai acontecer. Se isso funcionasse, a Inquisição na Idade Média não teria trabalho algum, já que ninguém pecaria, pois iria para o inferno ou seria queimado em uma fogueira.

 

As pessoas mais realizadas que conheço estudam incansavelmente tudo o que diz respeito à profissão que exercem. Estudam porque gostam. Divertem-se aprendendo coisas novas e já planejam onde e como vão colocar em prática. Não é pesado, parece que nem cansa. Imagine se você tivesse que fazer uma cirurgia complicada e fosse ser paciente de um médico que sabe tudo sobre seu problema e conhece várias técnicas possíveis para resolvê-lo. Não seria infinitamente melhor que ir a um médico que fez o curso de Medicina e nunca mais pegou em um livro porque já não é mais obrigatório aprender?

 

A persistência vem da vontade, não do medo.

Que este ano seja repleto de novos desafios para você e para seus filhos e que vocês saibam incentivar-se mutuamente.

Vai ser legal!

Tags

Categorias


Viverno digital

Loading...