Não se pré-ocupe

EM: 8 de novembro de 2017

mulher-sozinha-feliz-0317-1400x800

 

Numa de minhas palestras em empresas, uma funcionária me disse: “Professor, eu sei que tenho que deixar meus problemas lá fora e trabalhar numa boa, mas não consigo, pois minha filha está me tirando do sério. O que eu tenho que fazer?” Muitos chefes recomendam isso aos seus funcionários “deixar os problemas lá fora”, mas nossos problemas são, pelo menos a maioria deles, de ordem emocional.

É a discussão com o cônjuge, a briga com o filho, a desobediência da filha, uma palavra dita na hora errada a um parente… e sofremos com isso. Não tem como deixar fora da empresa, pois eles só existem dentro de nós e vão conosco a todos os lugares. Por sermos inteiros, não conseguimos separar o trabalho da vida particular. Entretanto, podemos, sim, organizar melhor nossa vida e não sucumbir à tristeza e às preocupações a ponto de estagnar nossas atividades. Para isso é preciso um pouco de organização, ainda que seja apenas “mental”.

Veja: se você brigou com sua filha e a chamou de “irresponsável, metida a besta que só quer torrar o tempo no Facebook” você tem razão de ficar indignada, com raiva, mas errou ao humilhá-la. Então, organize-se da seguinte forma: “Hoje à noite vou pedir perdão à minha filha e conversar com ela para chegarmos a uma solução juntas”. Pode até não dar certo nessa noite, mas você “resolveu” por hora e pode ir trabalhar.

Se a relação com o marido está desgastada, difícil e há coisas “engasgadas na garganta” para serem ditas, mande-lhe uma mensagem ou ligue pra ele e diga “Querido, estou sofrendo muito com nossa relação do jeito que está. Você poderia separar um tempo só para nós esse fim de semana para conversarmos?” e volte ao projeto que você está desenvolvendo na empresa.

Em suma, seu trabalho precisa de você, você precisa do salário, e não dá para se deixar afetar pelos conflitos da vida a ponto de prejudicar sua carreira. E para que você tenha sucesso em “deixar lá fora” seus problemas, é preciso que você saiba “quando” vai resolvê-los, mesmo que não seja hoje.

Tomar essa decisão de agendar as conversas com os envolvidos nos conflitos vai fazer com que você não sofra por antecipação, não se ocupe antes da hora com o problema, ou seja, não se pré-ocupe. Essa é a chave para ser bem-sucedida em sua carreira profissional mesmo tendo muitos problemas de ordem pessoal a resolver. Não é fácil agir assim, pois parece muito “frio e calculista”, no entanto é apenas uma forma organizada de valorizar quem você realmente é: uma mulher inteira.

Boa sorte!

Tags

Categorias


Viverno digital

Loading...